13° salário: saiba tudo sobre o benefício trabalhista

O INSS começou a pagar a primeira parcela do 13° salário no dia 25 de agosto para os pensionistas e aposentados. E você, sabe quando vai receber ou como funciona esse benefício trabalhista? Descubra tudo abaixo.

O que é o 13° salário?

O 13° salário, também conhecido como gratificação natalina, garante que o trabalhador receba o correspondente a 1/12 da remuneração por mês de serviço no final do ano, ou seja, é como um salário extra. Entretanto, é preciso lembrar que é por mês de serviço, e que se considera o mês integral quando o trabalhador labora acima de 15 dias.

Quem tem direito?

Têm direito de receber o 13° salário os trabalhadores com carteira assinada, sejam rurais, urbanos, domésticos e avulsos e aposentados e pensionistas do INSS. O trabalhador só não terá direito de receber se dispensado por justa causa.

Como e quando é pago?

O empregador deve pagar o 13º em 2(duas) parcelas: a primeira entre janeiro e 30 de novembro. O trabalhador também pode receber a primeira parcela por ocasião de férias, mas, para isso, precisa solicitar por escrito ao empregador até o mês de janeiro de respectivo ano. Essa prática é chamada de adiantamento e será equivalente a metade do valor encontrado.

A segunda parcela deve ser paga até 20 de dezembro, com base no salário do mês de dezembro, descontados o adiantamento, INSS e Imposto de Renda. Pagar o 13° em uma única parcela é ilegal, e o empregador que fizer isso está sujeito a multa.

Além do salário, gorjetas e outras verbas recebidas periodicamente também entram na base de cálculo do 13º, como comissões, percentagens, gratificações ajustadas, diárias para viagem (desde que excedentes a 50% do salário percebido pelo empregado) e abonos pagos pelo empregador, conforme o Art. 457 da CLT. Faltas legais e justificadas não são deduzidas do 13º salário.

Outro momento em que o trabalhador tem direito a receber a gratificação é com a extinção do contrato de trabalho, por pedido de dispensa do empregado ou do empregador, mesmo antes do mês de dezembro.

Leia também:
Férias: Tire suas dúvidas!
Demissão: quais os seus direitos?
Processos trabalhistas têm alta no Brasil
Alterações no Seguro-Desemprego

Compartilhe esse artigo!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Esse site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência.
Clique em "Aceitar" para seguir ou "Política de Privacidade" para saber mais.

Iniciar conversa
Fale com a DSG
Olá,
Envie sua mensagem que te retornaremos em breve.

Obrigado!