A Possibilidade da Manutenção do Home Office/Teletrabalho com a Retomada das Atividades Econômicas

home office/teletrabalho, que consiste no trabalho remoto ou à distância, realizado de forma preponderante ou totalmente fora das dependências do empregador, com a utilização de tecnologias da informação e comunicação, foi amplamente adotado desde o início pandemia para viabilizar a implementação das medidas de distanciamento social impostas pelas autoridades públicas.

Destaca-se que antes da pandemia e da MP nº 927, a CLT já admitia o trabalho em home office, no domicílio do empregado e realizado a distância, conforme o seu artigo 6º.

Tanto que, com a Reforma Trabalhista, implementada pela Lei nº 13.467/17, incluiu o capítulo II-A na CLT e estabeleceu, entre os artigos 75-A – 75-E, os requisitos legais do teletrabalho, ou seja, o home office, com maiores detalhes e requisitos para serem cumpridos.

Portanto, para implementação e manutenção do home office/teletrabalho após a retomada da economia e a reabertura das empresas, é imprescindível que as empresas se adaptem para atender todos os requisitos formais previstos na CLT, diga-se, mais rígidos que os autorizados pela MP 927, para adoção desse regime de trabalho.

Compartilhe esse artigo!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Esse site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência.
Clique em "Aceitar" para seguir ou "Política de Privacidade" para saber mais.

Iniciar conversa
Fale com a DSG
Olá,
Envie sua mensagem que te retornaremos em breve.

Obrigado!