Case de Sucesso: Rescisão de contrato de compra de apartamento na planta em razão do atraso na entrega

[et_pb_section fb_built=”1″ _builder_version=”3.22″][et_pb_row _builder_version=”3.25″ background_size=”initial” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat”][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”3.25″ custom_padding=”|||” custom_padding__hover=”|||”][et_pb_text _builder_version=”3.27.4″ background_size=”initial” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat”]Em recente decisão de uma das varas cíveis da Comarca de Campinas/SP, na qual representamos o Autor, foi reconhecido o direito do consumidor de rescindir o compromisso de venda e compra de imóvel novo firmado com uma construtora, com a devolução integral dos valores pagos, em função do atraso comprovado na entrega da obra.

No caso, nossos clientes assinaram três compromissos de venda e compra de bens imóveis na planta, com pagamento parcelado do preço e com previsão de conclusão das obras para o mês de março do ano de 2015 e tolerância de atraso de 180 (cento e oitenta) dias.

Ocorre que tanto o prazo previsto de conclusão das obras quanto o prazo de tolerância de atraso foram vencidos e os imóveis não foram entregues.

Na decisão, além do reconhecimento da aplicação do Código de Defesa do Consumidor, a justiça reconheceu que o prazo de tolerância de atraso era válido, já que inexistia qualquer vício na sua estipulação, e também adequado, pois é praxe no mercado que se justifica para suprir determinados eventos imprevistos no decorrer de uma obra.

Como a previsão de conclusão das obras e o prazo de tolerância de 180 dias não foram respeitados, a construtora incorreu em mora, o que justificou o deferimento do pedido dos consumidores na restituição integral dos valores pagos.

Assim, a rescisão dos compromissos de venda e compra foi declarada judicialmente e a construtora condenada a devolver integralmente os valores pagos pelos consumidores, corrigidos e atualizados desde a data dos pagamentos, com a incidência de juros de mora a partir da sua citação no processo.
[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Compartilhe esse artigo!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Esse site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência.
Clique em "Aceitar" para seguir ou "Política de Privacidade" para saber mais.

Iniciar conversa
Fale com a DSG
Olá,
Envie sua mensagem que te retornaremos em breve.

Obrigado!